Ipiaú: Gazo Brandão lamenta falta de apoio dos líderes políticos

gazobrandaoO ex-vereador Jaldo Coutinho Brandão (PV), que candidatou-se à Deputado Estadual, sem obter êxito, esteve na bancada do Panorama 91, nesta quinta-feira (16). Inicialmente, Gazo Brandão agradeceu a confiança nele depositada. “Eu agradeço a todos que confiaram o seu voto em mim, isso é o reconhecimento de nosso trabalho. As pessoas conhecem meu caráter, minha personalidade, por isso confiaram seu voto. Agradeço os votos de Ipiaú e de outras cidades”, disse. Para fins estatísticos, Gazo Brandão foi o Deputado Estadual mais em votado em Ipiaú, com 3.584 votos. No entanto, sua meta foi frustrada. “Embora eu tenha sido o Deputado Estadual mais bem votado em Ipiaú, minha expectativa era de receber de 8 a 10 mil votos”, revelou Gazo. O ex-vereador ainda salientou que fez campanha em quase três dezenas de municípios, e que a falta de investimento financeiro foi um entrave na luta para angariar mais votos. “Minha campanha foi feita em 25 municípios, e em todos eles eu fui votado. Campanha fora exige investimento financeiro, e eu não tinha dinheiro, então esses votos recebidos foram de pessoas que conhecem o nosso trabalho”, destacou Gazo. O candidato ainda aproveitou para lamentar a falta de apoio dos líderes políticos de Ipiaú, que poderia ter um representante na Assembleia Legislativa da Bahia em 2015. “A campanha para se eleger vereador e deputado é bem diferente. Para deputado é mais difícil. Ipiaú precisa de um deputado, e com 18 mil votos eu seria um dos eleitos. Imagine se as lideranças políticas de Ipiaú me dessem apoio? Hoje teria grandes chances de Ipiaú ter um deputado”, lamentou. Na corrida presidencial para o segundo turno, os institutos de pesquisa costumam divulgar as pesquisas, e Gazo admitiu que crê nelas e revelou em quem vai votar. “Eu acredito nas pesquisas. Quando uma pesquisa aponta a superioridade de um candidato e outro vence, significa que em uma palavra, projeto, promessa, o eleitor foi convencido e muda o seu voto. Eu votarei em Aécio Neves, mas jamais criarei inimizade com algum amigo que votar em Dilma”, concluiu.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *