AL-BA: Verba de gabinete dos deputados estaduais será reajustada em 18%

Deputado Super Nilo segue a linha de “tirar com uma mão e dar com a outra” (reprodução)

A Assembleia Legislativa votará na próxima terça-feira (31/3), o aumento da verba de gabinete, de R$ 78 mil para R$ 92 mil, anunciou na sexta-feira (27), o presidente da Casa, deputado Marcelo Nilo (PDT). Em um ano de dificuldades financeiras, o reajuste de 18% trará um gasto adicional de aproximadamente R$ 11 milhões ao ano, segundo o pedetista. A medida já entrará em vigor em abril. Há um mês, Nilo havia dito que só promoveria o aumento da verba de gabinete, seguindo a Câmara Federal, se o governador Rui Costa (PT) suplementasse o orçamento deste ano da Assembleia, estimado em R$ 440 milhões. Nilo afirmou que não conseguiu a suplementação, após conversa com o governador. “Ele (Rui) disse que não tinha condições”, declarou. O discurso do pedetista, porém, agora é outro. “Vou igualar a Brasília. Desde o descobrimento do Brasil, é assim. Todos os estados deram. Os deputados conversaram comigo e eu achei justo dar. Tem quatro anos sem aumento da verba de gabinete”, disse o presidente da AL-BA. Questionado sobre a origem dos recursos para bancar o reajuste da verba, Nilo foi pouco específico. Falou em “apertar o cinto”, mas não detalhou onde realizaria os cortes para conseguir sustentar o reajuste com o mesmo Orçamento. “Vou cortar em publicidade e tem o dinheiro das bolsas de estudo, que acabaram. Vou precisar cortar mais de R$ 5 milhões”, afirmou o deputado. (A Tarde)

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *