Ipiaú: Usuários reclamam de vírus que se espalha pelo Facebook; saiba como eliminá-lo

panorama ipiau

A reportagem do Panorama Ipiaú percebeu que um vírus vem causando problemas  e transtornos aos  usuários do Facebook  nesta terça-feira (09).Centenas de pessoas entraram em contato com a reportagem informando o fato. Nada mais justo que esclarecer o tal problema. O WebMaster do Panorama Ipiaú, pesquisou sobre o tal vírus que é chamado  popularmente de Amazonaws* (uma referência ao local onde ele foi hospedado indevidamente), o vírus é um “sequestrador de navegadores”, que se espalha através de mensagens que pedem ajuda para denunciar publicações com apelo pornográfico.  Segundo Alisson Calazans, quem recebeu notificações dizendo que um amigo “disse que estava com você e outras 19 pessoas” não deve clicar no link. A publicação parece trazer um vídeo de conotação pornográfica, que ao ser acessada faz com que o usuário compartilhe o vírus com outros amigos. O vírus pode ser transferido através de anexos de e-mails, sites comprometidos ou pelos posts danificados, e se aloca no computador como uma barra de ferramenta de busca. Uma vez instalado, ele passa a fazer publicações abusivas em perfis do Facebook, além de provocar outras mudanças no funcionamento do computador.

Saiba como removê-lo

Um manual explica como o usuário deve proceder caso tenha clicado em alguma dessas postagens em uma das sessões do Facebook. O primeiro passo é ir até o campo “Configurações”, no canto superior da tela, e em seguida em “Aplicativos”. Se houver algum item suspeito, o usuário deve excluí-lo. Para isso, clique no “X” ao lado do aplicativo e na sequência em “Remover”. O usuário deve também acessar a opção “Registro de atividades”, no menu do canto superior direito da tela. Lá, exclua todas as publicações indesejadas. Continue lendo >

Alguns vírus podem atacar não só o perfil na rede social, mas também o navegador usado, como no caso deste. O usuário deve acessar as opções dos navegadores para tentar solucionar o problema.

No Google Chrome, vá em “Ferramentas” e em seguida em “Extensões”. No Firefox, acesse “Complementos”. Se você usa o Internet Explorer, clique em “Gerenciar Complementos” e depois na aba “barras de ferramentas e extensões”.

Outra opção para remover o vírus manualmente, é preciso abrir o navegador Firefox, clicar em Ajuda e selecionar Solução de Problemas. Depois, selecione a opção Redefenir Firefox. Após o término da operação, basta clicar em Fechar e o navegador irá iniciar.

O próximo passo é verificar se todos os itens da lista são de sua confiança. Caso algum deles não seja, ele deve ser excluído. Se a aba de extensões não se abrir, o vírus pode já ter tomado conta do navegador. O programa deve, então, ser reinstalado. Além dessas medidas, é recomendado também que o usuário troque a senha de acesso ao Facebook.

Procurada pela reportagem , o Facebook apontou que o malware é uma extensão utilizada em navegadores que se espalham por diversas redes sociais. A assessoria da rede social apontou, ainda, que tenta tomar medidas para evitar que o vírus se espalhe: “Nós usamos diversos sistemas automatizados para identificar potenciais links nocivos e impedir que eles se espalhem. Estamos bloqueando os links com esse golpe, oferecendo opções para limpá-los e buscando outras formas para mensurar e garantir que as pessoas continuem em um ambiente seguro no Facebook”.

Além disso, o Facebook apontou que há algumas ferramentas para auxiliar a identificação e remoção de malwares da sua conta na rede social. Elas estão disponíveis nesse link.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *