Bancários rejeitam proposta da Fenaban e greve é mantida

001

Greve chega ao 16º dia.

Em greve há 15 dias, o Comando Nacional dos Bancários rejeitou na tarde desta terça-feira (20) a nova proposta de reajuste salarial de 7,5%, com a retirada do abono de R$ 2,5 mil, apresentada em negociação em São Paulo. Segundo o sindicato, a proposta não oferece ganho real e “está muito longe do reivindicado pela categoria, de 16% e não repõe a inflação, em 9,88%, impondo perda de 2,38%”.A paralisação atinge mais de 12 mil agências em todo o país, sendo 1.076 na Bahia. Uma nova rodada acontecerá nesta quarta-feira (21), 11h. Outras questões prioritárias, como o fim das demissões e a ampliação do quadro de funcionários para desafogar as agências, melhores condições de trabalho, fim das metas, e investimento em segurança foram novamente ignoradas.O presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, ressalta que a proposta é incompatível com os lucros obtidos pelos bancos. “O índice oferecido continua sem repor a inflação, sem dúvidas um prejuízo aos bancários que terão perda do poder aquisitivo. Assim, a greve continua. A Fenaban tem de melhorar muito a proposta”.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *