Casal é preso após deixar bebê morrer por conta de crenças religiosas

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Um juiz do Supremo Tribunal de Justiça de Oregon, nos EUA, confirmou a sentença aplicada a uma casal que, em 2011, foi condenado a seis anos de prisão por ter deixado o filho recém-nascido morrer.O pequeno David nasceu em casa, dois meses antes do previsto, e começou a manifestar, logo após o nascimento, problemas respiratórios. Ao invés de contactar os serviços de emergência ou de levar o bebê ao hospital, os pais limitaram-se a rezar e a lhe passar óleos pelo corpo. De acordo com o Mirror, Dale e Shannon Hickman, ambos seguidores da Igreja de Cristo, acreditam na cura através da fé e rejeitam tratamentos médicos, pelo que se limitam a rezar e a usar óleos. Os pais acreditam que o bebê não tinha como ser salvo e que sua morte foi rápida, mas, de acordo com os médicos, David teria 99% de chances de sobreviver caso tivesse recebido tratamento a tempo.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *