Itagibá / Ipiaú: Mirabela Mineração anuncia demissão funcionários da empresa

morabelaotagiba

Mirabela Mineração do Brasil realizou na manhã desta quarta-feira (17), uma reunião para informar que todos os trabalhadores operacionais serão demitidos e que a empresa será fechada temporariamente.  De acordo com informações do gerente financeiro da mineradora, Milson Mundin, revelou que a Mirabela tem 45 milhões de créditos de ICMS, e a diretoria estava desde outubro do ano passado estava negociando com o governo do estado receber esse dinheiro, que por lei, pertence a empresa.  Ainda segundo Mundin, uma das condições colocadas pelos acionistas para continuar investindo na empresa era ter garantias do recebimento dos créditos do governo. Isso permitiria um fôlego a empresa, por um determinado período, até que houvesse uma melhora na economia e no preço do minério no mercado internacional. Os funcionários foram notificados pelo RH através do cumprimento do aviso prévio, e caso a empresa volte as operações existe a possibilidade de serem contratados novamente.  As operações da Mirabela estão previstas até o dia 20 de março. Alguns funcionários vão permanecer trabalhando após o encerramento para dar manutenção em equipamentos e cuidar de processos burocráticos, meio ambientes e outros.
A assessoria de comunicação da Mirabela ficou de divulgar ainda hoje uma nota informando mais detalhes sobre o encerramento das atividades.  A mineradora empregava diretamente aproximadamente 400 funcionários. A Mirabela iniciou a exploração do níquel sulfetado no final do ano de 2008. Nesse período a libra do minério era vendida em torno dos U$$ 12,00. Os problemas começaram quando o setor entrou em crise e o valor do minério caiu para 8 dólares a libra, a empresa já estaria operando com prejuízo, de acordo com informações de Milson Mundin, gerente financeiro da Mirabela. Aliado a isso o processo de redução nos investimentos da economia da China, maior comprador do níquel, contribuiu para que o valor do minério venha tendo uma desvalorização a cada dia, o que segundo os investidores, torna a negócio inviável. (Panorama Ipiaú)

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *