Obra em Jequié na mira da Polícia Federal

fiol-jequi-510x344

A Polícia Federal deflagrou, nesta sexta-feira (26.02.16), a Operação “O Recebedor” desdobramento da Operação Lava Jato com base em informações que apontaram pagamento de propina para a construção da Ferrovia da Integração Leste Oeste (Fiol), que passa por Jequié e região e a Ferrovia Norte Sul. Também são investigados crimes de cartel e lavagem de dinheiro fruto de superfaturamento das obras das ferrovias. As autoridades apuram suspeita de pagamento de propina a ex-diretores da Valec por construtoras que foram contratadas para as obras. Um dos mandados de condução coercitiva é para José Francisco das Neves, o Juquinha, ex-presidente da Valec (empresa estatal ferroviária ligada ao Ministério dos Transportes). Em 2012, ele foi preso na Operação Trem Pagador. Segundo a polícia, o nome “O Recebedor” é uma referência à Trem Pagador. Ainda de acordo com o Ministério Público Federal de Goias, a Camargo Correa admitiu ter pago R$ 800 mil a Juquinha.Só no estado, as autoridades calculam que o esquema desviou R$ 630 milhões dos cofres públicos. As obras da Fiol no trecho de Jequié estão paralisadas.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *