Anthony Garotinho recebe alta no hospital e vai cumprir prisão domiciliar no Rio

Garotinho recebe alta hospitalar. Foto: Alexandre Cassiano

Garotinho recebe alta hospitalar. Foto: Alexandre Cassiano

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) recebeu alta hospitalar na manhã desta terça-feira (22/11). O político, que foi preso preventivamente na semana passada, estava internado desde a madrugada de sábado (19) no Hospital Quinta D´Or, no Rio. Lá, ele passou por um cateterismo –espécie de cirurgia para desobstrução de uma artéria. No hospital, Garotinho estava sob custódia da Polícia Federal (PF). O ex-governador, agora, passará a cumprir prisão domiciliar em seu apartamento, no bairro do Flamengo, local em que foi preso na quarta-feira (16). Garotinho é suspeito de integrar um esquema de compra de votos na eleição municipal de Campos dos Goytacazes, seu reduto eleitoral. Ele é secretário de Governo da cidade, e a prefeita é a mulher dele, Rosinha Garotinho. Desde que foi preso, o estado de saúde do ex-governador virou tema de polêmica. Após ser detido, Garotinho foi levado para sede da PF no Rio. De lá, segui para o IML (Instituto Médico Legal) e afirmou que estava passando mal. Garotinho foi levado ao Hospital Municipal Souza Aguiar e acabou internado. Na quinta-feira (17), uma ordem do juiz Glaucenir Silva de Oliveira, do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro), determinou a transferência do ex-governador para o Complexo Penitenciário de Bangu. Na decisão, o juiz declarou que o ex-governador estaria recebendo tratamento privilegiado no hospital. Para Oliveira, ele poderia receber atendimento médico na própria penitenciária. Garotinho resistiu, mas foi levado ao presídio. Na sexta-feira (18), a ministra do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Luciana Lóssio determinou que Garotinho fosse novamente enviado ao hospital. Ainda segundo ela, quando o ex-governador tivesse alta, deveria cumprir prisão domiciliar e não mais ser levado a Bangu. Com informações do UOL

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *