Consumo excessivo de bebidas pode afetar cérebro de gerações futuras

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O consumo de bebidas alcoólicas em excesso durante a adolescência pode prejudicar funções cerebrais de gerações futuras e provocar depressão, ansiedade e desordens metabólicas, entre outras consequências, segundo um novo estudo divulgado nesta segunda-feira (14). O estudo foi apresentado na reunião anual da Sociedade de Neurociências dos Estados Unidos. A pesquisa foi conduzida por especialistas da Universidade de Loyola, de Chicago, que analisaram o comportamento de um grupo de ratos, por haver semelhanças com o comportamento humano. Os ratos adolescentes foram expostos a uma quantidade de álcool comparável a seis episódios de consumo excessivo e, uma vez sóbrios, estes cruzaram. As fêmeas permaneceram sóbrias durante a gestação, para que não ocorressem síndrome de alcoolismo fetal – dano causado ao filho quando a mãe faz ingestão de álcool durante a gravidez. Os filhotes de ratos do cruzamento foram comparados a outros que não foram expostos ao álcool. Os hipotálamos dos filhotes foram analisados pelos pesquisadores, que descobriram mudanças moleculares no DNA. Os cientistas encontraram 159 mudanças nos filhotes cujas mães foram expostas ao álcool, 93 modificações naqueles cujos pais tinham passado por esse processo e 244 nos casos nos quais ambos tinham consumido álcool em excesso. As mudanças tinham transtornado os interruptores: se normalmente os genes deveriam estar ativados, os cientistas os acharam desativados, e vice-versa. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), o consumo de álcool é a principal causa de traumatismos, violência e mortes prematuras entre jovens. Este trabalho é o primeiro trabalho a mostrar o caminho molecular pelo qual o consumo excessivo durante a adolescência, seja da mãe ou do pai, pode causar também mudanças na saúde neurológica das futuras gerações.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *