Polícia Civil prende terceiro envolvido na morte do bancário Felipe

Rogério de Jesus Santos

Rogério de Jesus Santos

A Polícia Civil conseguiu prender o terceiro elemento acusado de envolvimento na morte do bancário Felipe Meira, Funcionário da Caixa Econômica federal de Maracás, trata-se de Rogério de Jesus Santos, preso na terça feira (22) em uma operação coordenada pelo delegado da Delegacia Territorial, Cristiano Mangueira. O bancário Felipe Meira foi morto a tiros e depois teve o corpo incendiado dentro do próprio veículo na estrada de Jequié a Florestal, segundo a Polícia, o empresário Girleno é proprietário da Loja Xecap Motos na Avenida João Goulart, em Jequié, teria tramado a morte de Felipe, levou a vítima para uma embosca e juntamente com os meliantes Jackson Silva de Jesus e Rogério de Jesus Santos executaram o bancário com requintes de crueldade. O Delegado contou a reportagem do BJM que Girleno trocava cheques com Felipe, que cobrava uma taxa de juros alta e com isso começou a pressionar o empresário a pagar a dívida, ou caso contrário iria tomar alguns de seus patrimônios. Ainda de acordo informações policiais, Girleno teria prometido a Rogério uma quantia de 5 mil reais e uma casa no bairro da Cachoeirinha em troca da morte de Felipe.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *