Daily Archives: 18/01/2017

Barra do Rocha perde emenda de R$ 270 mil para pavimentação por omissão de assinatura da ex-prefeita

Emenda seria suficiente para pavimentação de toda Avenida Ribeirão (Foto: Arquivo BR News)

Os moradores da Avenida Ribeirão, situado no Bairro Firmo Ferreira Leal em Barra do Rocha, infelizmente terão que continuar vivendo com a poeira e demais problemas causados pela falta de calçamento da rua. A problemática é oriunda do descaso da gestão passada que retirou todos os paralelepípedos da via pública com promessa de realizar pavimentação até fim do governo da ex-prefeita Vera Franco. Tudo poderia ser diferente, se a antiga prefeita fosse sensível as necessidades da população, afinal uma emenda no valor de R$ 270 mil (promessa do Senador Otto Alencar), destinada para pavimentação conforme proposta 14027/2016, acaba de ser devolvida ao Ministério das Cidades por omissão de assinatura da gestora responsável pelo projeto na época. Segundo informações da atual gestão, documentos comprovam as diversas tentativas de contato com a ex-prefeita desde o mês de novembro/2016, tanto pela Caixa Econômica como da própria equipe de governo até sexta-feira (13/01), prazo final para assinatura do convênio. “Mais uma vez ficamos tristes com a atitude da antiga gestora, que infelizmente não pensa no coletivo e nas necessidades no nosso povo, mostrando-se omissa a liberação de obra que beneficiaria centenas de famílias,” desabafou o prefeito Luis Sérgio, que também fez tentativa de contato com a ex-prefeita. O professor Léo garantiu a nossa equipe de reportagem que o trabalho continuará, e mesmo atrelado ao abandono, descaso e irresponsabilidades herdadas pela antiga gestão, cresce a esperança de lutar por dias melhores para a cidade, sendo esta pavimentação uma meta a ser cumprida. Vale salientar que independente de posições partidárias, diversos municípios na mesma situação serão atendidos, e apenas Barra do Rocha ficará de fora deste grande benefício, suficiente para pavimentação de toda Avenida Ribeirão e parte do Bairro Aloísio Galvão. (BR News)

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Brasil enfrentará Paraguai na Arena Corinthians pelas eliminatórias

A CBF divulgou nesta quarta-feira (18) que o duelo entre Brasil e Paraguai pela 14ª rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia será realizado na Arena Corinthians, em 28 de março. Esta será a terceira partida da seleção brasileira em 2017. Na próxima quarta (25), enfrentará a Colômbia no Engenhão apenas com atletas que atuam no país. Depois, em 23 de março, irá a Montevidéu para duelar com o Uruguai pelas Eliminatórias. A partida contra os paraguaios marcará o retorno de Tite, treinador da seleção brasileira, ao estádio do clube pelo qual conquistou seus mais importantes títulos. Seu último jogo no Itaquerão foi em 4 de junho de 2016, quando o Corinthians derrotou o Coritiba por 2 a 1 pelo Campeonato Brasileiro. Outros dois estádios da capital paulista foram avaliados pela CBF: o Allianz Parque, casa do Palmeiras, e o Morumbi, do São Paulo. O único jogo da seleção brasileira principal na história da arena corintiana foi na abertura da Copa do Mundo de 2014, quando derrotou a Croácia por 3 a 1. A seleção olímpica atuou nas quartas de final dos Jogos do Rio no dia 13 de agosto de 2016 e bateu a Colômbia por 2 a 0. A CBF informou que nas próximas semanas divulgará detalhes sobre a venda de ingressos.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Parcelas do seguro-desemprego com reajuste já estão disponíveis para saque

Parcelas do seguro-desemprego com reajuste já estão disponíveis

As parcelas do seguro-desemprego com valores reajustados estão disponíveis para saque a partir desta terça-feira (17). O Ministério do Trabalho liberou nesta manhã o lote de pagamento do reajuste com base no salário mínimo e na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). De acordo com a Agência Brasil, a maior parcela que o trabalhador pode receber passou de R$ 1.542,24 para R$ 1.643,72. A menor parcela não pode ser inferior ao mínimo de R$ 937,00. Devido ao grande volume de pagamentos entre os dias 11 e 22 de janeiro, o Ministério definiu que os benefícios serão liberados pelas agências da Caixa Econômica Federal de acordo com o número final do PIS do beneficiário. Quem tiver o número do PIS terminando em 1 e 2 pode fazer o saque a partir desta terça-feira (17). Aqueles trabalhadores que tiverem o documento com final 3 e 4, a partir do dia 18 de janeiro. Trabalhadores com PIS com final 5 e 6, no dia 19 de janeiro. Sete e 8, no dia 20 de janeiro. E aqueles com PIS terminando em 9 ou 0, no dia 21 de janeiro. A correção dos valores vale para todos os trabalhadores demitidos sem justa causa, pescadores artesanais em período do defeso, trabalhadores resgatados em condições análogas ao trabalho escravo e profissionais com contratos de trabalho suspensos. (Bahia Notícias)

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Após pane elétrica, Pastor Valdemiro passa 12 horas em barco à deriva

Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros de SP

Líder e fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, o pastor evangélico Valdemiro Santiago foi resgatado na madrugada desta quarta-feira (18) de um barco à deriva no litoral norte de São Paulo. De acordo com o UOL, o Corpo de Bombeiros recebeu um chamado por volta das 22h de terça (17) com a denúncia de que uma embarcação com três tripulantes, nas proximidades de Ilhabela, estava com pane elétrica. O barco só foi encontrado às 5h de hoje, mas todos os passageiros foram resgatados sem ferimentos. Segundo informações da Veja, o catamarã de 60 pés em que Santiago e os amigos permaneceram por 12 horas à deriva custa entre R$ 1 e 5 milhões. Considerada de grande porte, o barco é do tipo de embarcação que pode ser usada para a vela esportiva e transporte rápido de passageiros ou de carga, com capacidade para mais de 150 passageiros. Mas com menos de 20 dias, 2017 já tem se mostrado um ano de provações na vida do pastor. No dia 8, Santiago foi esfaqueado nas costas e no pescoço durante um culto da igreja, no Brás, bairro do centro paulista (lembre aqui). Após levar 20 pontos, o pastor recebeu alta médica no mesmo dia. Suspeito do crime, o ajudante-geral Jonatan Gomes Higino, de 20 anos, foi contido por seguranças da igreja, detido pela polícia e indiciado por tentativa de homicídio. Segundo a publicação, em uma audiência de custódia, o agressor justificou que durante uma pregação, o pastor o desafiou. “Ele me desafiou, me insultou e tentou me matar com a palavra dele. A lei é santa”, declarou o jovem ao juiz.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Mais de 291 mil tiraram zero na redação do Enem; 77 estudantes obtiveram nota máxima

Foto: G1

O balanço do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016, apresentado nesta quarta-feira (18), mostra que 291.806 candidatos tiveram a redação anulada ou zerada. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), as notas zero foram atribuidas porque o estudante fugiu do tema (erro cometido por 46.974 participantes), por cópia do texto motivador (8.325) ou por ferir os direitos humanos (4.798). Os participantes do Enem 2016 tiveram as maiores médias na área de ciências humanas e suas tecnologias, com 533,5 pontos. A segunda maior média foi na área de linguagens e códigos (520,5), seguido de matemática (489,5) e por último ciências da natureza, cuja média nacional ficou em 477,1. Em redação, a nota média ficou entre 501 e 600 pontos e só 77 participantes conseguiram tirar nota máxima (1.000). O MEC informou que a evolução média dos concluintes regulares (estudantes que concluíram o Ensino Médio em 2016) acompanhou o resultado dos últimos anos nas quatro áreas de avaliação, ficando com uma pontuação em torno de 450. “O desempenho em todas as áreas está estagnado, não conseguimos que os estudantes aprendam mais”, avaliou Maria Inês Fini, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A maior nota do Enem foi em matemática (991,5 pontos) e a mais baixa em linguagens (287,5). Dos 8.630.306 inscritos para a prova no ano passado, 2.667.899 se ausentaram, o equivalente a 28,9% dos inscritos. No primeiro dia da prova, 3.942 (0,05%) inscritos foram eliminados e no segundo dia o número de eliminados subiu para 4.780 (0,06%). A maioria das eliminações no Enem, 44,5%, ocorreu porque o estudante deixou de marcar o tipo de prova ou não escreveu a fase exigida para validar o exame. O maior número de notas zero no Enem 2016 foi em matemática, com 5.734, seguido de linguagens (3.862), ciências da natureza (3.109) e ciências humanas (1.804). A maioria das notas zero se deveu por não comparecimento no dia do exame ou por deixar a redação em branco (206.127). Entre os participantes, 54.317 eram presos e neste grupo, 42.331 pediram o certificado de conclusão do Ensino Médio, mas só 6,7% conseguiram nota suficiente para passar no exame. De acordo com o MEC, 1.033.761 estudantes solicitaram a certificação do Ensino Médio, mas só 7,7% atingiram a nota mínima em todas as áreas. Em virtude da ocupação em escolas, 265.412 participantes tiveram a aplicação da prova adiada. Segundo o ministro da Educação, Mendonça Filho, em breve a Polícia Federal vai concluir as investigações sobre as tentativas de fraude no exame. “Foram todas tentativas de fraude isoladas e não ousaram extrapolar o comprometimento da credibilidade do exame”, afirmou.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Homem parte coluna ao meio ao tentar levantar peso em academia

Um homem partiu a coluna ao meio ao levantar peso com uma barra em uma academia na China. O corpo do homem não suportou a pressão e ele chegou a desmaiar.

Corpo do homem não suportou a pressão (Foto: Reprodução)

Nas imagens feita pela Câmera de segurança do academia, é possível ver a cena e as expressões de dor do homem. De acordo com o jornal Sun, apesar da gravidade da lesão, o homem sobreviveu.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Prefeita Maria das Graças recebe estudantes universitários

A prefeita de Ipiaú, Maria das Graças, recebeu na manhã desta terça-feira(17), no gabinete, as diretorias da AENSI (Associação dos Estudantes de Nível Superior de Ipiaú) e ANSUI (Associação de Nível Superior de Ipiaú). Na ocasião, os estudantes apresentaram as suas demandas, a exemplo da permanência do atual motorista do ônibus, bem como, a continuidade do apoio da Prefeitura. Maria destacou que mesmo com as dificuldades financeiras do município, a Prefeitura proporcionará condições dignas no transporte dos estudantes até as suas universidades. A nova chefe do Executivo avaliou o encontro como muito produtivo e colocou ainda o gabinete à disposição das Associações. Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Ipiaú

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Mais de 560 mil mandados de prisão estão em aberto no Brasil; Na Bahia são mais de 23 mil

Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ

Mais de 560 mil mandados de prisão estão sem cumprimentos no Brasil, país que ocupa o terceiro lugar no ranking mundial de encarceramento, com aproximadamente 620 mil presos, ficando atrás apenas do Estados Unidos e da China. O Brasil ainda contabiliza 99,9 mil mandados de prisão expirados. No total, são 563.530 mandados de prisão em aberto. A Bahia ocupa o sexto lugar no ranking de estados com maior número de mandados de prisão que ainda não foram cumpridos. De acordo com os dados do Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP), do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a Bahia tem 23.256 mil mandados de prisão em aberto, 13.404 cumpridos e 5.199 expirados. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) lidera o ranking, com 174.534 mandados em aberto, 232.450 cumpridos e 21.798 expirados. A Bahia está atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Paraná e Goiás. O banco de dados foi criado pelo CNJ como forma de assegurar “o direito de acesso a qualquer pessoa que queria consultar os mandados de prisão”. Porém, de acordo com o sistema do CNJ, “somente estarão disponíveis os mandados em aberto e que ainda estão vigentes, ou seja, com a data de validade maior que data atual”. O envio das informações dos mandados de prisão é feito pelos tribunais de Justiça. De acordo com o professor de direito penal Vinicius Assumpção, os dados sobre mandados de prisão “apenas confirmam que o Estado brasileiro tem como política de segurança pública o enfrentamento da criminalidade através do encarceramento em massa, sem qualquer reflexão crítica sobre os prejuízos decorrentes dessa postura ou de sua eficácia”. Para ele, os dados sobre o número de mandados de prisão em aberto é um convite para se debater o papel do Judiciário diante da crise carcerária que assola o país, por significar que “um número alto de prisões está sendo determinadas pelos juízes”. “Essas prisões são efetivamente necessárias ou há outras medidas cautelares que podem ser impostas, menos gravosas para o acusado? Qual a responsabilidade de um juiz quando determina a prisão de alguém, ciente de que não há mais vagas no estabelecimento prisional?”, questiona. Assumpção avalia que, “a insistência em inflar o sistema carcerário é uma opção política antiga”, e que, o que se vê agora é” nada mais que o retorno da violência praticada pelo Estado”. “É natural que pessoas amontoadas em condições degradantes tenham, em algum momento, comportamentos como os que estamos assistindo no Amazonas, Roraima, Rio Grande do Norte e Minas Gerais. É natural que elas se organizem em facções para fazer frente ao poder estatal, que negligencia com as condições mínimas de dignidade”, pontua. Em sua concepção, é preciso que os presos sejam tratados como pessoas, com respeito a Constituição, as normas internacionais e a Lei de Execução Penal, e que, caso essas normas não sejam cumpridas, “teremos momentos de barbárie, como o que estamos assistindo, alternados com momentos de silenciamento da realidade brutal que reside nos presídios do nosso país”. “Cabe a nós constatar que o punitivismo ilimitado não tem resolvido o problema da criminalidade ou insistir nessa fórmula mal-sucedida, enquanto a violência caminha em direção às nossas portas”, finaliza.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Lava Jato: Delação da Odebrecht deve vir a público em fevereiro

O conteúdo das delações premiadas feitas por 77 executivos da Odebrecht deve vir a público em fevereiro. De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, os investigadores da Lava Jato trabalham a expectativa de que o material seja publicizado na primeira quinzena do mês que vem. A previsão integrantes da força tarefa é de que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, retire o sigilo da maioria dos cerca de 900 depoimentos tão logo as delações sejam homologadas. Apesar da disposição em tornar pública as delações, uma parte ficará em sigilo, para não comprometer o aprofundamento das investigações. Ainda segundo a reportagem do diário paulista, nos depoimentos, que serão divulgados em formato de áudio e vídeo, sem transcrições, os delatores relatam propina a políticos e operadores no Brasil e fora do país em troca da conquista de obras públicas, bem como o uso de contas e empresas no exterior para viabilizar pagamentos ilícitos.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Ibirataia: Vândalos atiram bomba no Centro Comercial do Distrito de Algodão

Vândalos atiraram bomba de forma proposital

Uma triste notícia aconteceu no Distrito de Algodão há aproximadamente uma semana atrás, quando vândalos atiraram bomba dentro do Centro Comercial Martinho Oliveira, uma obra de cerca de R$ 400 mil reais construído e inaugurado na gestão do prefeito Marcos Aurélio. De acordo informações, os vândalos atiraram bomba dentro do banheiro, além de danificar as pilastras e barracas utilizadas para os comerciantes locais. Existe uma revolta muito grande por parte da população algodãoense, pois, foi uma grande luta para conseguir os recursos para a construção da importante obra. Populares indignados com o ocorrido, irão prestar uma queixa à polícia para buscar apurar os fatos e tentar localizar os destruidores do patrimônio público. “Estou bastante chateado com o ocorrido e espero que a polícia busque investigar quem ou quais foram os autores deste lamentável fato”, disse um algodãoense que não quis se identificar.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Ex presidiário foi assassinado no bairro Joaquim Romão em Jequié

A onda de execução em Jequié continua, na terça feira mais uma pessoa foi assassinada na cidade. A vítima foi um velho conhecido da Polícia, o indivíduo conhecido como “Paulo do Breik”, morto com disparos de armas de fogo a queima roupa. O crime foi na noite de terá feira (17), na comunidade do Alto da Bela Vista, bairro Joaquim Romão. Paulo já cumpriu pena no Conjunto Penal de Jequié acusado de envolvimento em um homicídio no bairro Caixa Dágua, havia saído há pouco dias da prisão. “Paulo do Braik” já havia perdido dois filhos assassinados por envolvimento no mundo do crime.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Polícia apreende drogas, armas e celulares em complexo prisional de Jequié

Durante revista em quatro dos oito módulos do Conjunto Penal de Jequié,  na manhã desta terça-feira (17), policiais militares apreenderam drogas, armas e aparelhos celulares usados por detentos. Foram apreendidos 103 aparelhos celulares, 76 carregadores, 13 baterias, 20 chips de telefonia móvel, cinco cartões de memória, seis pen drives, 20 facas de cabo branco, 35 punhais artesanais, cordas improvisadas, 94 pacotes de cocaína e dois de maconha e 31 trouxinhas de cocaína. Foram inspecionados os presídios I e II, a penitenciária I e a área de presos em regime semiaberto II. A vistoria teve finalidade de impedir chance de rebeliões na unidade.

Material recolhido e apresentado na Delegacia de Polícia de Jequié

A inspeção, já realizada mensal ou bimestralmente, deve continuar na próxima semana nos outros espaços do presídio, que abriga aproximadamente mil internos. Sob a responsabilidade do comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar (Jequié), coronel Alexandre Motta Lima, a ação contou ainda com a participação da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Central), Polícia Civil, Justiça Criminal e Ministério Público. “A averiguação será feita por etapas em virtude do tamanho da prisão. Na próxima semana, com o apoio do Judiciário, promoveremos a revista nos outros espaços do conjunto penal”, garantiu o coronel Motta Lima. A nova inspeção será nos módulos feminino, semiaberto e religioso.

Bocão News

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Ibirataia: Reforma de mais de R$ 270 mil não contemplou parte térrea do prédio da prefeitura

Novo governo necessitou fazer reparos emergenciais no local.

Iniciada nos primeiros meses de 2013, a reforma feita pela gestão do ex prefeito Marcos Aurélio no prédio em que funciona a prefeitura municipal, foi orçada no valor de R$ 272,836,41. Mas, logo ao adentrar as instalações, se percebe que o setor térreo do prédio não foi contemplado nesta reforma. É importante frisar que este valor é especificado na placa da obra como reforma total do prédio e ampliação, o que, segundo a nova gestão, não ocorreu.

Dentre as principais avarias denunciadas pela equipe da prefeita Ana Cléia, estão: salas em situações desumanas de trabalho com tubulações de esgoto expostas, paredes sujas, portas sem fechaduras e algumas das salas sem estrutura alguma de funcionamento. Além disso, sanitário com encanações mal feitas, buracos nas paredes, vazamentos de água e privadas com tampas e acentos destruídos. Por conta disso, o novo governo necessitou fazer reparos emergenciais para que a nova equipe pudesse dar inicio aos trabalhos nos departamentos que funcionam neste setor.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint