Polícia Federal prende vice-presidente de futebol do Flamengo

Flávio Godinho foi um dos alvos da fase da Lava Jato no Rio de Janeiro.

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Flávio Godinho, foi um dos presos nesta quinta (26) em meio ao cumprimento dos dez mandados de prisão preventiva relacionados à Operação Eficiência, segunda fase da Calicute, braço da Lava Jato. Após reunião, o comando do time carioca optou por afastar o dirigente de seu cargo no clube. Em nota oficial, o Flamengo confirmou a informação antecipada pelo UOL Esporte que, em um primeiro momento, o presidente Eduardo Bandeira de Mello acumulará o cargo na diretoria de futebol. “O Flamengo possui administração executiva profissional em todas as suas diretorias. Sendo assim, o Departamento de Futebol, comandado por Rodrigo Caetano, segue com seu planejamento e atividades inalterados. O presidente Eduardo Bandeira de Mello passa a acumular a vice-presidência da pasta”, trouxe o comunicado. “Por prezar pela transparência em sua gestão e incentivar que este valor seja aplicado em todas as esferas da sociedade, o Flamengo espera que todos os fatos sejam apurados e esclarecidos”, completou. *Uol

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *