Itagibá: PSF’s fechados há três meses arrecadam mais de 300 mil reais; diz vereador Saulo

A Prefeitura de Itagibá está lançando os atendimentos dos PSF’s de Tapiragi, Acaraci e Japomirim, mas nenhum atendimento foi realizado nos últimos três meses, afirma o vereador Saulo. Em uma longa conversa com o Bahia Sudoeste, o Vereador diz que mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) já foram destinados para os PSF’s de Acaraci, Tapiragi e Japomirim, mas os mesmos estão fechados há três meses, impossibilitados de atender as famílias que necessitam dos serviços de saúde.

PSF no distrito de Acaraci

Para o Vereador Saulo, é preciso que os Vereadores façam uma solicitação ao gestor, perguntando sobre a destinação da verba vinda do Ministério da Saúde para os PSF’s. ”Nós queremos uma explicação do gestor, onde e como estão sendo aplicadas as verbas destinadas a saúde. Queremos saber o motivo e o porque os PSF’s estão fechados”. De acordo com a informação do Vereador Saulo, a Prefeitura vem lançando a produção das Unidades de Saúde no sistema DATASUS, mas algo precisa ser esclarecido à população, porque se os PSF’s estão fechados há três meses, como eles estão coletando esses dados para lançar no sistema? “Precisamos de uma explicação. O povo nos pergunta mas não temos uma resposta. Somos Vereadores e o povo nos deu essa responsabilidade de fiscalizar as contas públicas.”, disse o edil. Saulo ainda questiona como a Prefeitura está lançando os atendimentos no sistema SUS, sendo que, não existe atendimento em nenhum dos três PSF’s.

PSF em Japomirim

“É uma irresponsabilidade o que estão fazendo com a Saúde de Itagibá. O gestor parece está tratando a saúde como uma poupança pessoal, enquanto o povo vem sofrendo sem atendimento. Estamos visitando as comunidades, os distritos, e vimos como o povo vem sofrendo. É preciso dar um basta nessa situação urgente”. Afirma o Vereador. O Vereador afirma que mais de um milhão de reais entraram nos cofres públicos destinados a saúde do município, mas a população itagibense vem sofrendo quando o assunto é saúde. Segundo Saulo, a população votou no atual gestor por acreditar que ele sendo médico iria oferecer uma melhor saúde.  “Sei que o gestor é um médico. Sei que a população apostou na atual gestão porque se queixava dalguns procedimentos da saúde no governo passado, mas nessa gestão até agora a saúde está pior. O povo não pode esperar, a doença não espera ninguém, nós precisamos de uma intervenção já”, disse o Vereador.

Até o fechamento dessa matéria, o Município de Itagibá recebeu um montante de R$ 421.185,11 do Fundo Nacional de Saúde, para manutenção da Unidades Básicas de Saúde, e R$ 1.177.338,09. Totalizando um montante de R$ 1.598.523,20, conforme apurou o BAHIA SUDOESTE. (Bahia Sudoeste)

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *