Wagner diz não temer fracionamento da base de Rui em 2018

Presente em um dos atos da Greve Geral que aconteceu no Campo Grande, em Salvador, na sexta-feira (28), o ex-governador da Bahia e atual Secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT) disse A reportagem do Bnews não temer um fracionamento na base do atual governo de Rui Costa (PT) nas eleições de 2018. “O governador Rui está em uma caminhada extremamente positiva. Eu digo a todo mundo que apesar da dificuldade brasileira a Bahia continua de pé, continua controlada, com grandes obras acontecendo e eu sinceramente não vejo nesse momento nenhuma ameaça, nenhum risco, ao fracionamento dessa base, ao contrário, eu acho que os partidos que apoiam o governador estão conscientes que o esforço que ele tem feito é extremamente positivo. Eu até digo que é preciso tirar o chapéu para o Rui, porque quando eu governei a economia era ascendente, ele está governando quando a economia é descendente e ele está conseguindo manter os investimentos no estado”, elogiou Wagner. O governador Rui Costa tem mantido a maior soma de prefeitos eleitos que integram sua base de apoio na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), mesmo o PT sendo a legenda que mais perdeu prefeituras nas eleições municipais deste ano, em comparação com a disputa de 2012 (caiu de 93 para 39 neste ano). A contrapartida aparece por causa dos partidos que integram a base de apoio do governo e mantêm a liderança no número de prefeitos, um exemplo disso, é o Partido Social Democrático (PSD), do senador Otto Alencar, que elegeu 82 gestores.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *