Maia diz que pretende votar provável denúncia contra Temer ‘o mais rápido possível’

Maia diz que pretende votar provável denúncia contra Temer ‘o mais rápido possível’

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira (15) que sua intenção é colocar em votação “o mais rápido possível” uma eventual denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer. “Não dá para ficar carregando isso para o próximo semestre. Para o Brasil, é importante que o assunto termine logo, não pode ficar 15 dias pendurado no recesso e parando o Brasil”, afirmou o democrata, em entrevista ao blog da jornalista Andréia Sadi. Para a denúncia se tornar processo, é necessária autorização da Câmara. Segundo Maia, o ideal é que a votação seja resolvida logo para que não inviabilize as reformas que o Congresso precisa discutir, como a trabalhista e a da previdência. A luta do presidente da Casa é para votar a possível denúncia antes do recesso, que começa no dia 15 de julho. Entretanto, a paralisação nos trabalhos não deve ocorrer, já que a Lei de Diretrizes Orçamentárias pode não ser apreciada – a votação é exigida para que os parlamentares possam tirar o período de descanso. Mesmo assim, os deputados podem optar por um recesso informal. Dessa forma, Maia terá de mobilizar um quórum alto em julho se quiser votar a denúncia da Procuradoria-Geral da República no período em que a Câmara para e fica esvaziada.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *