Tiririca é acusado de abuso sexual por ex-funcionária

O deputado federal Tiririca foi acusado de assédio sexual por sua ex-empregada, Maria Lúcia Gonçalves, de acordo com o jornalista Leo Dias, do jornal “O Dia”. Na denúncia, feita em março deste ano, Maria alega que estava trabalhando na casa do deputado e humorista, no ano passado, quando ele começou a dizer frases obscenas enquanto a segurava por trás.

A ex-empregada de Tirirca diz ainda que o parlamentar teria desabotoado as calças e corrido pela casa perseguindo-a, na frente de sua mulher Nana Magalhães, e dos filhos do casal. O humorista já prestou depoimento sobre o caso, que agora está nas mãos da ministra Carmen Lucia, presidente do Supremo Tribunal Federal.

Depois da denúncia de Maria, Nana Magalhães também registrou um boletim de ocorrência contra a ex-empregada, alegando que ela teria tentado extorquir o casal. Em seu depoimento, a mulher de Tiririca disse que demitiu a funcionária quatro meses após a contratação porque ela estaria fazendo uso de bebida alcoólica durante o trabalho e posteriormente, a ex-empregada resolveu chantageá-la, cobrando R$ 100 mil para não sujar a imagem do deputado.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *