Absolvição de Temer não encerra crise nem diminui desemprego, apontam eleitores

Absolvição de Temer não encerra crise nem diminui desemprego, apontam eleitores

Foto: Alan Santos / PR

Diante do arquivamento da denúncia do presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara dos Deputados, a maioria dos eleitores acredita que a crise política não vai acabar. Essa é a opinião de 89,9% dos eleitores ouvidos pelo Paraná Pesquisa. Feito de quinta (3) a segunda (7), o levantamento online consultou 2.550 brasileiros, com idades a partir de 16 anos. Com grau de confiança de 95% e margem de erro de aproximadamente 2%, a pesquisa mostrou que 7,5% dos brasileiros acreditam que a absolvição temporária de Temer vai sim acabar com a crise política instalada no Brasil. Outros 2,5% não sabem ou não opinaram sobre a questão. Como a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) por corrupção passiva foi arquivada, o presidente só será investigado ao fim do mandato, em janeiro de 2019. A maioria dos eleitores também não acredita que o desemprego vai diminuir com o resultado da votação no Congresso, opinião que abrange 73% dos entrevistados. Por outro lado, outros 23,9% acham que o índice de desemprego vai cair com a permanência do governo Temer. Outros 3,1% não sabem ou não opinaram sobre o assunto. (Atualizada às 9h12)

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *