OAB vai recorrer de decisão para obrigar Maia a analisar impeachment de Temer

OAB vai recorrer de decisão para obrigar Maia a analisar impeachment de Temer

Foto: Lula Marques

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai recorrer da decisão monocrática do ministro Alexandres de Moraes para que o Supremo Tribunal Federal (STF) possa se posicionar sobre a omissão da Câmara dos Deputados diante do pedido da entidade de impeachment do presidente Michel Temer. Segundo o presidente da Ordem, Claudio Lamachia, “é lamentável o papel desempenhado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia”. “Ele usa indevidamente a função que ocupa para criar um escudo de proteção para o presidente da república, Michel Temer, seu aliado político”, reclama. Para Lamachia, como presidente da Câmara, Maia tem obrigação de colocar o pedido de impeachment em votação. “Ao deixar de fazê-lo, está agindo contra a democracia. O Brasil não aguenta mais ver as instituições serem usadas para troca de favores”, disse. Lamachia ainda diz que, assim como quando pediu o impeachment da então presidente Dilma Rouseff, a “OAB cumpre sua obrigação de zelar pelo correto cumprimento da lei”, e por isso, vai recorrer da decisão proferida pelo ministro nesta quarta-feira (23). A Ordem pedia ao STF para obrigar Rodrigo Maia a analisar o pedido de impeachment de Temer.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *