Travesti é morta a tiros no recôncavo baiano

A travesti Xaynna Shayuri Morganna ou Lili, que era militante da causa LGBT e já foi candidata a vereadora, foi assassinada a tiros na noite de domingo (27), na cidade de Cachoeira, no recôncavo baiano. De acordo com a Polícia, ela estava à beira do Rio Paraguaçu quando foi atacada por três homens armados. Os bandidos desceram de um veículo e atiraram diversas vezes contra a vítima. Xaynna era usuária de drogas e por isso, o delegado da cidade, Eduardo Coutinho, não descarta que o crime tenha relação com o tráfico. No início do ano, a mãe de Xaynna foi morta na cidade por um ex-companheiro da travesti.A autoria e a motivação estão sendo investigados pela Polícia Civil.

FONTE: INFORME BAIANO

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *