Oposição diz que governador fere princípio de moralidade na gestão pública ao nomear condenada por fraude

Oposição diz que governador fere princípio de moralidade na gestão pública ao nomear condenada por fraude

Considerando um desrespeito a administração pública do estado, a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa criticou hoje (21/09), a nomeação da ex-prefeita de Barreiras para o comando da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur). O líder da Bancada, deputado Leur Lomanto Jr. (PMDB), disse que o governador Rui Costa (PT) fere o princípio da moralidade na administração pública ao nomear a ex-prefeita, condenada em maio deste ano a uma pena de três anos por fraude em licitação para compra de medicamentos, materiais hospitalares e odontológicos. “É um absurdo que o governador nomeie para um cargo tão importante, em uma das maiores secretarias do estado uma gestora que responde na Justiça por atos de improbidades administrativas. Há uma evidente falta de observância a um dos princípios que deve valer na escolha de um titular que é a comprovação de um comportamento inquestionável que o gestor deve ter a frente de uma administração e não é isso que a ficha da ex-prefeita aponta”, afirmou. Os deputados esperam que o governador demonstre bom senso e reveja a decisão de deixar nas mãos da ex-prefeita uma pasta que responde pelo desenvolvimento urbano do estado. “Fica claro o desrespeito e a intenção apenas política do governador em nomear uma liderança de um município grande, às vésperas de um ano eleitoral, num sinal de uso da máquina pública para articulação da pré-campanha ao governo da Bahia”,frisou o vice-líder da Bancada, deputado Luciano Ribeiro (DEM).
Assessoria de Comunicação

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *