Daily Archives: 07/12/2017

DNIT realiza operação ‘tapa buraco’ na BR-330

Operação realizada nas proximidades da Usina de Funil (Foto: Ubatã Notícias)

O DNIT realiza obras de reparo na pavimentação asfáltica da BR-330, trecho entre o Município de Ubatã e o trevo que dá acesso ao município de Ubaitaba. Diversos servidores e máquinas na empreitada, cujo objetivo é tapar buracos ao longo da rodovia federal. A iniciativa, porém, é alvo de críticas, isso porque os condutores de veículos aguardavam um recapeamento completo de alguns trechos e também obras no acostamento. “Tapando buracos apenas deixa a rodovia cheia de irregularidades, que podem causar acidentes”, disse um condutor ao Ubatã Notícias. Em tempo, a operação segue durante toda esta semana. (Ubatã Notícias)

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Com golaço, Independiente vira sobre o Flamengo e larga na frente na decisão

Meza comemora gol do Independiente, e Diego lamenta pelo Flamengo

O Flamengo saiu na frente no placar, mas não conseguiu segurar a vantagem no primeiro jogo da grande final da Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, em partida disputada em Avellaneda, Réver anotou o gol flamenguista, mas Gigliotti e Meza balançaram a rede e decretaram a vitória do Independiente-ARG pelo placar de 2 a 1. O segundo embate da decisão ocorrerá na próxima quarta-feira, no Maracanã. O time argentino joga por um empate para conquistar o título. O Flamengo precisará vencer de qualquer maneira. Em caso de triunfo carioca por um gol de diferença, a decisão irá para a prorrogação. Para levantar o troféu de maneira direta, a equipe de Reinaldo Rueda necessita de triunfo por dois gols de diferença.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Aécio ‘está muito triste e deprimido’ após acusações de corrupção, diz Fagner

Aécio ‘está muito triste e deprimido’ após acusações de corrupção, diz Fagner

Foto: Reprodução / Radar Notícias

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) não ficou bem ao ver seu nome envolto de acusações depois que foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista. Amigo do político, o cantor Fagner declarou que ainda não conseguiu falar com o Aécio pois ele está em um momento recluso “pensando em toda a situação”: “Ele está muito triste. Ele está muito deprimido e não é para menos. Espero que eu possa o encontrar para dar um abraço nele”, disse o cantor, que se apresenta neste sábado (9) em Lauro de Freitas (leia aqui). A informação sobre a saúde mental do tucano chegou a Fagner por meio de amigos e familiares. O cantor, que participou ativamente da campanha do PSDB à Presidência em 2014, procurou Aécio para conversar depois de ficar insatisfeito com os acontecimentos que resultaram no afastamento do senador em maio de 2018. “Foi um momento de decepção que passei por se tratar de um amigo, um jovem e uma pessoa que trazia esperança de honestidade”, comentou. “Lamento profundamente que ele tenha sido mais um dos que estão aí denegrindo o Brasil”, completou. Apesar da decepção, Fagner confessou que não deixará a amizade entre os dois morrer. “Amigo é para vida toda. Eu me irritei muito com tudo isso, pois não esperava, mas o Aécio é uma pessoa que eu tenho uma bela amizade que não se acaba com isso”, argumentou.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Projeto endurece pena para motorista embriagado que matar no trânsito

Projeto endurece pena para motorista embriagado que matar no trânsito

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (6) um projeto de lei que muda o Código Brasileiro de Trânsito e endurece a pena para homicídio culposo em situações onde condutor estiver comprovadamente embriagado. O projeto vai à sanção presidencial. Pela proposta aprovada, se o motorista estiver sob efeito de bebida alcoólica ou qualquer substância psicoativa que determine dependência, a reclusão será de 5 a 8 anos, além da suspensão da habilitação ou proibição do direito de dirigir veículo automotor. Hoje, a pena de reclusão é de 2 a 4 anos de prisão. O projeto é de autoria da deputada Keiko Ota (PSB-SP). Atualmente, motoristas que se envolvem em acidentes com vítimas fatais podem ser enquadrados tanto no homicídio doloso (quando é assumida a intenção de matar) quanto no culposo (sem a intenção de tirar a vida), dependendo da interpretação dada pela autoridade responsável pela investigação. Ativistas alegam que ao indiciar o condutor embriagado na categoria de homicídio culposo, é comum o réu ser punido com o pagamento de cestas básicas ou serviços comunitários. “A ideia é acabar com a cesta básica”, disse a deputada Christiane Yared (PR-PR). Articuladora da votação do projeto, a parlamentar é mãe de Gilmar Rafael Souza Yared, morto ao lado do amigo Carlos Murilo de Almeida em setembro de 2009. O carro onde os dois estavam foi atingido pelo veículo conduzido pelo então deputado estadual do Paraná, Fernando Ribas Carli Filho. Durante a votação, parlamentares argumentaram que a violência no trânsito é uma das principais causas de mortalidade entre os jovens no País. “É preciso endurecer a pena de quem faz vítimas e deixa as famílias dilaceradas”, disse o líder do PRB, Cleber Verde (MA). Levantamento feito pelo movimento “Não Foi Acidente”, de 2009 até hoje foram registrados 460 mil casos de morte provocados por motoristas embriagados. Ao citar o levantamento no plenário, a deputada lembrou que, nesse universo de casos, só 16 motoristas foram efetivamente presos.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Mãe de Geddel fica em silêncio durante depoimento à Polícia Federal

Mãe de Geddel fica em silêncio durante depoimento à Polícia Federal

Foto: Divulgação

A mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima ficou em silêncio durante seu depoimento à Polícia Federal na Bahia durante a última sexta-feira (1º). De acordo com informações da Folha de S. Paulo, Marluce Vieira Lima disse durante audiência na superintendência regional da PF em Salvador que não responderia a perguntas seguindo orientação de seus advogados. O termo do depoimento relata que a defesa de Marluce questionou o fato do inquérito policial ter sido encerrado antes do depoimento dela. O inquérito da Polícia Federal sobre o bunker de R$ 51 milhões encontrado em um apartamento de Salvador apontou que existem indícios de lavagem de dinheiro e associação criminosa cometidos por Marluce e seus filhos, Geddel e Lúcio Vieira Lima. Nesta semana, eles foram denunciados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) com base neste inquérito.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deputados e Senadores atingem pior índice de rejeição dos últimos anos, aponta pesquisa

Deputados e Senadores atingem pior índice de rejeição dos últimos anos, aponta pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo Instituo Datafolha apontou que o Congresso Nacional atingiu o maior nível de rejeição da história recente da Casa. De acordo com o levantamento, realizado nos dias 29 e 30 de novembro, 60% dos brasileiros consideram ruim ou péssimo o desempenho dos atuais 513 deputados federais e 81 senadores. A aprovação foi de 5%, pior índice já registrado. Em comparação com ou dois últimos levantamentos, feitos em dezembro de 2016 e abril de 2017, que aprontaram 58% de rejeição e 7% de aprovação, o resultado desta pesquisa variou dois pontos percentuais. De acordo com a série de pesquisas do Datafolha sobre o desempenho dos congressistas, iniciada em 1993, a atual legislatura é, na média, a mais mal avaliada de que se tem registro. Segundo a Folha de S. Paulo, de 2015 até o momento, o índice de reprovação nunca ficou abaixo de 41%.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

PF e CGU explicam como funcionava os desvios dos recursos da educação em Jequié

Superintendente da CGU e delegado da PF detalharam a investigação.

A Polícia Federal cumpriu mandados nas cidades de Jequié e Jaguaquara, além de Salvador, na manhã desta terça-feira (5). A operação visa combater crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da educação. Cinquenta e oito policiais federais e seis auditores da Controladoria Geral da União cumpriram 23 mandados de condução coercitiva, 18 de busca e apreensão e cinco mandados de medidas cautelares nos três municípios, na Operação Melinoe [que na mitologia grega, é a deusa dos fantasmas]. Entre os alvos da operação está uma ex-vereadora de Jequié, que desviava recursos por meio de um suposto fornecimento de funcionários terceirizados fantasmas, segundo a PF. Entre esses funcionários, que deveriam atuar na Secretaria de Educação do Município, estavam dois sobrinhos da vereadora que não residiam na cidade. O nome da ex-vereadora não foi divulgado pela Polícia Federal. De acordo com o delegado da PF, a empresa, que era regularizada, concorreu a licitação com outras fantasmas – uma delas pertencia a um vereador do município. “A prefeitura contratou essa empresa de terceirização na área da educação e da saúde para gerir o contrato, que foi sendo prorrogado todos os anos. Inclusive continua em vigor”, explicou o delegado Rodrigo Souza Kolbe, durante uma coletiva de imprensa realizada na sede da PF em Vitória da Conquista.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint