Daily Archives: 02/03/2018

Prefeito Gilson Fonseca quer requalificar o Parque do Vaqueiro de Itagibá

Na tarde desta última segunda-feira (26), o prefeito Gilson Fonseca, acompanhado do vereador Junior Fonseca e dos secretários Lucas Cerqueira (Infraestrutura), Hélio Neto (Meio Ambiente) e Rodrigo Roberto de (Esportes e Lazer), realizaram uma vistoria no Parque do Vaqueiro com o objetivo de analisar toda a estrutura atual, com o intuito de requalificar o espaço público. “Essa requalificação é uma grande preocupação minha pois entendo que a mesma vai transformar o Parque em um ambiente melhor, e mais confortável, sendo uma grande alternativa de lazer.” explicou o Prefeito.
WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Retramitação de projetos será Pauta da Sessão da Câmara de Ipiaú

Resultado de imagem para camara de vereadores ipiau

A pauta da sessão ordinária que a Câmara Municipal de Ipiaú realiza nesta quinta-feira, 1º de março, contará com a leitura de sete projetos, sendo que seis deles são os que estavam arquivados por não terem sido votados em plenário no último período legislativo do ano passado. Seus autores, os vereadores Lucas Louzado dos Santos -PSD- e Andréia Novaes de Oliveira -PTdoB- requereram o desarquivamento e retramitação das matérias e foram atendidos pela Mesa Diretora da casa. Completa a pauta do expediente da sessão o Projeto de Resolução, da autoria do vereador Cláudio Nascimento- PSD- que propõe a concessão do titulo de Cidadão Ipiauense, ao mecânico aposentado Braz Tito Da Cruz. (José Américo Castro/Ascom – Câmara de Ipiaú)

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Camamu é ‘rebaixada’ no Mapa do Turismo e perderá recursos

Apesar de registrar aumento de 40% no fluxo de turistas, de 2017 para 2018, quando recebeu entre final de ano e Carnaval mais de 150 mil visitantes, a cidade de Camamu, Sul da Bahia, foi rebaixada de categoria pelo Ministério do Turismo em um ranking nacional que mede o desempenho econômico dos municípios brasileiros no setor. Fundado em 1562 às margens do Rio Acaraí, Camamu, com 36 mil habitantes, fica na Costa do Dendê e é porta de entrada para a Baía de Camamu, Taipu de Fora e Barra Grande (pertencentes a Maraú, cidade vizinha) e caiu da categoria C para a D, o que na prática significa direito a menos verba para eventos patrocinados pelo Ministério do Turismo. Já 17 cidades da Bahia registraram crescimento pelo setor, a exemplo de Lauro de Freitas, Mucugê, Santa Cruz Cabrália e Teixeira de Freitas.
WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

STF mantém aplicação da Ficha Limpa para políticos condenados antes de 2010

Resultado de imagem para ficha limpa

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve hoje (4) decisão da própria Corte que validou, em outubro do ano passado, a aplicação retroativa da Lei da Ficha Limpa, norma que entrou em vigor em 2010 para barrar a candidatura de condenados por órgãos colegiados. Na ocasião, por 6 votos a 5, a Corte foi favorável à inelegibilidade por oito anos de condenados antes da publicação da lei. O entendimento que prevaleceu é no sentido de que é no momento do registro da candidatura na Justiça Eleitoral que se verificam os critérios da elegibilidade do candidato. Dessa forma, quem foi condenado por abuso político e econômico, mesmo que anterior à lei, antes de 2010, está inelegível por oito anos e não poderá participar das eleições de 2018. O caso voltou à tona na sessão desta tarde a partir de um pedido do relator do caso, ministro Ricardo Lewandowski, para modular o resultado do julgamento de modo que os efeitos da decisão valham somente para as eleições de outubro, não atingindo eleições anteriores. Segundo o ministro, o julgamento da Corte provocará, ainda neste ano, o afastamento de pelo menos 24 prefeitos e um número incontável de vereadores em todo o país. Políticos nesta situação conseguiram se eleger e tomar posse com base em liminares que liberaram suas candidaturas. Apesar da preocupação de Lewandowski, os ministros Luiz Fux, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Marco Aurélio e a presidente, Cármen Lúcia, votaram contra a medida por entenderem que a modulação não seria cabível, porque, nas eleições de outubro, os candidatos que já cumpriram oito anos de inelegibilidade, ao serem condenados antes de 2010, não serão mais atingidos pela decisão da Corte. Além disso, a modulação do julgamento seria uma forma de mudar o placar. Os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Alexandre de Moraes e Celso de Mello seguiram o entendimento de Lewandowski e também foram vencidos.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Prefeito de cidade na Bolívia é amarrado por acusação de não cumprir promessas

Prefeito de cidade na Bolívia é amarrado por acusação de não cumprir promessas

Foto: Reprodução / Facebook

O prefeito da cidade de San Buenaventura, na Bolívia, foi amarrado a um instrumento de tortura por moradores de uma comunidade durante o último final de semana. Segundo informações do jornal O Globo, o ato de hostilidade contra Javier Delgado aconteceu pois a população local o acusa de não cumprir promessas de campanha. A imprensa local relata que ele ficou preso pela perna direita por cerca de uma hora. A imagem do protesto foi publicada e repercutiu nas redes sociais. O prefeito já teria passado pela mesma situação em 2015 e em 2016. Segundo o jornal local El Deber, Delgado avaliou que o protesto foi motivado por questões políticas. “Foi uma total confusão, uma distorção de informações motivada por pessoas com interesses pessoais e políticos que estariam buscando revogar meu mandato”, comentou. Depois de soltar o prefeito, moradores se reuniram para conversar com ele.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

TCU mantém bloqueio de bens de Dilma Rousseff por prejuízos à Petrobras no caso Pasadena

TCU mantém bloqueio de bens de Dilma Rousseff por prejuízos à Petrobras no caso Pasadena

Foto: Roberto Parizotti / CUT

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu manter o bloqueio de bens contra a ex-presidente Dilma Rousseff por conta da compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pela Petrobras. Segundo informações da coluna Expresso, da revista Época, a Corte negou um pedido da petista para reverter a decisão. O TCU entende que a negociação trouxe prejuízo à empresa estatal e determinou que os envolvidos devem ressarcir a empresa em R$ 1,9 bilhão. O bloqueio de bens também atinge o ex-ministro Antonio Palocci e o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli, por exemplo.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint