Jequié: Suspeitos de sequestrar, torturar e matar idosa são ouvidos pela Justiça

Cristiane, Tales e Mateus são ouvidos. Foto: Site Jequié e Região

O cruel assassinato de Dona Nil (Ivonice Marques Maia), ocorrido no dia 21 de junho de 2017, em Jequié, teve um novo capítulo na terça-feira (20), desta vez no Fórum Bertino Passos, sede da Justiça de Jequié. Testemunhas de acusação foram ouvidas pelo juiz de direito Carlos Alberto Fiúsa de Castro Filho. Já as testemunhas de defesa dos acusados de participação nessa terrível trama não foram interrogadas porque a audiência foi suspensa por falta de tempo. A próxima está marcada para o dia 16 de abril. Cristiane Mota Alves, apontada como mandante, e os jovens Tales Souza Santos e Mateus Santos Silva, acusados de terem executado o crime, compareceram ao Fórum levados Por policiais militares e agentes penitenciários. Eles estão presos no Conjunto Penal de Jequié à disposição da Justiça. Segundo o inquérito policial, concluído dias depois do homicídio, todos eles confessaram o crime. Segundo família de Dona Nil, causa surpresa o fato de a menor, apontada como uma das que participaram de todo pacto, permanecer em liberdade, já que ela teve a mesma participação de outro menor e este está sob custódia em Salvador. A situação foi relatada ao juiz para a tomada das devidas providências.

Leia também

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *