Arquivo da categoria: Brasil

Petroleiros preparam greve por tempo indeterminado e ameaçam ‘parar o país’

O Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros (FUP) está reunido, em Curitiba, para definir os próximos passos do movimento de greve, agora por tempo indeterminado. Assim como os empregados da Eletrobras, a categoria também se viu obrigada a suspender uma greve de 72 horas no final de maio por força da Justiça, depois que Tribunal Superior do Trabalho (TST) considerou a greve abusiva e determinou multa diária de R$ 1 milhão em caso de continuidade. Em reunião na manhã desta terça-feira (12) a FUP alertou que a greve deste ano, já aprovada em assembleias, pretende reproduzir a paralisação de 1995, a maior greve da categoria, que durou cerca de um mês e trouxe problemas ao abastecimento de combustíveis do País, além de demissões e outras punições aos grevistas. Na reunião desta terça, dirigentes da FUP ressaltaram que a greve visa interromper o que eles classificam como “desmonte da Petrobras”, que tem um plano de US$ 21 bilhões de desinvestimentos. Entre os ativos anunciados à venda estão quatro refinarias da estatal, cujos trabalhadores poderão ser demitidos, segundo a FUP. Entre outras palavras de ordem, os petroleiros afirmaram na reunião que se houver greve de fato, param o Brasil, como ocorreu recentemente na greve dos caminhoneiros.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Governo quer suspender liberação de R$ 4 bi para garantia de serviços essenciais

Governo quer suspender liberação de R$ 4 bi para garantia de serviços essenciais

Foto: Lula Marques / Agência PT

A equipe econômica do governo federal quer suspender a liberação de mais R$ 4 bilhões para órgãos com maior dificuldade em prestar serviços públicos. O montante seria distribuído até o final deste mês, para amenizar a restrição fiscal que tem atingido diversos ministérios diante do corte de R$ 39 bilhões em despesas em vigor. De acordo com o Estadão, o governo avalia que a arrecadação prevista deve ficar abaixo do esperado. A previsão inicial era de arrecadar R$ 13,3 bilhões neste ano, com o novo programa de parcelamento de débitos tributários, o Refis. Na semana passada, no entanto, o deputado Newton Cardoso Junior (PMDB-MG) fez mudanças no projeto, reduzindo a estimativa de ingresso de receitas para R$ 420 milhões em 2017. Se todas as mudanças forem aprovadas pelo plenários da Câmara e do Senado, o Ministério da Fazenda vai recomendar o veto da medida. Até lá, o governo não poderá contar com esses recursos. Segundo o Estadão, a segunda fase do programa de repatriação de recursos não declarados ao exterior está aquém das expectativas, com arrecadação “irrisória”. A arrecadação de tributos também não é estimulante. O governo ainda terá que retirar a expectativa de ingresso de recursos com a oferta inicial de ações da Caixa Seguridade e a previsão de receita de R$ 2,2 bilhões neste ano com o fim da desoneração da folha de pagamento para 50 setores. Por conta disso, o governo não descarta a possibilidade de um novo corte do Orçamento. A elevação dos tributos é uma opção, mas praticamente descartada por causa da dificuldade de Michel Temer levar adiante a medida no cenário de crise política. POderia ser tributado o PIS e o Cofins sobre combustíveis.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Neto nega pressa em definir futuro do DEM e não comenta rumores sobre chapa presidencial

Neto nega pressa em definir futuro do DEM e não comenta rumores sobre chapa presidencial

Foto: Estela Marques / Bahia Notícias

O prefeito ACM Neto sinalizou não ter pressa na discussão do futuro do Democratas – a eventual fusão do partido, com criação de outra legenda está entre as possibilidades que circulam nos bastidores. “Se haverá fusão ou não, se haverá a criação de um novo partido, ou simplesmente se vamos ganhar mais musculatura recebendo ainda um número maior de parlamentares e pré-candidatos a cargos majoritários ano que vem isso tudo vai ser definido e descoberto ao longo dos próximos meses”, afirmou. “A gente não tem pressa, está com muita cautela e compreende o momento. E é claro, tem que estar preparado para qualquer movimento que possa acontecer no sentido de fortalecer o partido”, completou. Questionado sobre eventual participação em chapa presidencial na vice do PSDB em 2018, o prefeito preferiu não fazer comentários. “Primeiro é claro que sempre é bom ser lembrado”, disse, atribuindo aos rumores o reconhecimento de seu trabalho à frente da prefeitura de Salvador. “Eu não vou especular sobre 2018, tenho muita responsabilidade, minha agenda está focada na gestão de Salvador”, desconversou.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Por decisão judicial, madrasta de Isabella Nardoni cumprirá pena em regime semiaberto

Por decisão judicial, madrasta de Isabella Nardoni cumprirá pena em regime semiaberto

A madrasta da menina Isabella Nardoni conseguiu na Justiça o direito a cumprir parte da pena no regime semiaberto. Desta forma, Anna Carolina Jatobá deixará a penitenciária diariamente para trabalhar e deverá retornar todas as noites para dormir no local. Ela está presa no presídio de Tremembé, em São Paulo. A progressão do regime foi concedida pela juíza Sueli Zeraik, da 1º Vara de Execuções Criminais (VEC) de Taubaté, nesta segunda-feira (17). A decisão será encaminhada para a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) ainda nesta segunda. A decisão ainda permite cinco saídas temporárias por ano. Anna Carolina será transferida para a ala que abriga presas do semiaberto, onde está Suzane von Richtofen. Anna Carolina deve deixar a prisão temporariamente no Dia dos Pais. A defesa da detenta pediu o benefício em abril deste ano, sob o argumento que o tempo mínimo exigido para mudar de regime foi cumprido e que ela apresenta bom comportamento prisional. O Ministério Público também foi favorável a progressão. “Vale dizer que a gravidade do crime e suas consequências, por mais nefastas e repugnantes que sejam, não podem prevalecer”, diz trecho do parecer do promotor Luiz Marcelo Negrini. Um laudo ainda aponta que a possibilidade de reincidência do crime é nula. Ao deixar a prisão, Anna Carolina pretende manter o relacionamento com o marido, Alexandre Nardoni, que também está preso em Tremembé, fazer um curso de moda e abrir um ateliê de costura.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Governo anuncia valor do salário mínimo para 2018, confira

Senadores e deputados aprovaram nesta quinta-feira (13) o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018. A votação foi feita numa sessão conjunta do Congresso Nacional, e a proposta (PLN 1/2017) segue agora para a sanção do presidente da República. O projeto prevê também crescimento de 4,5% do salário mínimo.Com isso, o piso pago atualmente de R$ 937 deve subir para R$ 979. O atual formato de correção do mínimo prevê a atualização dos valores pela inflação do ano anterior e pelo crescimento do Produto Interno Bruto de dois anos antes. Como o PIB de 2016 não apresentou crescimento real (queda de 3,6%), o salário mínimo para 2018 deve sofrer apenas o reajuste correspondente ao INPC de 2017, estimado em 4,48%.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Vaticano investiga organização católica brasileira por ‘pacto com Satã’

Daily Beast' noticia investigação de organização católica brasileira que, em conversas com o demônio, aborda a morte do papa Francisco

Segundo o “vaticanista” Andrea Tornielli, do jornal italiano “La Stampa”, em extensa cobertura que ecoa pelo americano “Daily Beast”, pelo britânico “Daily Mail” e outros, o Vaticano investiga a sociedade católica brasileira ultraconservadora Arautos do Evangelho, uma dissidência da TFP (Tradição, Família e Propriedade). Na descrição do “Beast”, onde foi manchete ao longo do fim de semana (reproduzida acima), a investigação parte do “aparente pacto com Satã sobre a morte do papa Francisco”. A evidência é um vídeo que vazou e pode ser visto aqui. Segundo “Tonielli”, o líder da organização, monsenhor João Scognamiglio Clá Dias, que protagoniza o vídeo, já renunciou.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Universidade se oferece para retirar tatuagem da testa de jovem

Nesta segunda-feira (12), a Faculdade de Medicina do ABC, em parceria com a Secretaria de Saúde de São Bernardo, se ofereceu para assumir o caso do jovem de 17 anos que teve a testa tatuada com a frase “Eu sou ladrão e vacilão”. Segundo dermatologistas da Faculdade, desenhos pretos, amadores e removidos pouco tempo após a sessão de tatuagem são mais fáceis de serem removidos sem cicatrizes. Por isso, as sessões poderão conseguir retirar as letras com mais facilidade. O médico responsável pela equipe que poderá realizar o tratamento, Simão Cohen, disse que está disponível para começar as sessões e que a cor preta da tinta deve favorecer a retirada. “A probabilidade de remover é melhor. Tatuagens coloridas, como as amarelas e as vermelhas, são mais difíceis de remover. Quanto mais amador, pior a qualidade da tinta e absorção pela pele”, disse. Os dois dermatologistas explicam que a técnica a laser é a mais moderna existente, a única que pode trabalhar sem deixar cicatrizes.
WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Dono da Globo diz a Moreira Franco que emissora apoia renúncia de Temer

Dono da Globo diz a Moreira Franco que emissora apoia renúncia de Temer

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

O secretário-geral da Presidência, Moreira Franco, e um dos mais próximos assessores do presidente Michel Temer, conversaram na segunda-feira (22), no Rio de Janeiro, com o vice-presidente das Organizações Globo, João Roberto Marinho. Segundo a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, Franco reclamou do tom da cobertura da TV Globo na crise política gerada pela divulgação das delações de executivos do frigorífico JBS. A conversa ocorreu em tom ameno, mas Marinho disse que o posicionamento da empresa continuará o mesmo: o grupo defende a renúncia de Temer. A posição foi expressa em editorial.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Dono da JBS afirma à PGR que blefou ao falar com Temer em compra de juiz

Dono da JBS afirma à PGR que blefou ao falar com Temer em compra de juiz

Foto: Divulgação / CP

O empresário Joesley Batista afirmou à Procuradoria Geral da República (PGR) que não tinha comprado juízes, assim como havia sustentado em áudio gravado com o presidente Michel Temer. O dono da JBS afirmou ao juiz que teria blefado com Temer e que apenas teria cooptado o procurador da operação Greenfield, Ângelo Goulart Villela, e não dois juízes, assim como sustenta no áudio.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Advogado pede ao STF arquivamento de inquérito contra Michel Temer

Advogado pede ao STF arquivamento de inquérito contra Michel Temer

Foto: Lula Marques / AGPT

Um advogado entrou com um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo à Corte o arquivamento do inquérito aberto contra o presidente Michel Temer nesta quinta-feira (18). A solicitação foi distribuída para o ministro Luis Roberto Barroso. O pedido de abertura de inquérito foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base na delação premiada do dono da JBS, Joesley Batista. De acordo com o jornal O Globo, o advogado diz que Temer é um “idoso de 76 anos de idade, que não é acostumado à uma rotina empresarial”. O documento também classifica Joesley como um empresário que é conhecido por ser “muito esperto”. “Primeiramente é necessário se destacar que se trata de um diálogo entre um homem de negócios muito experimentado, chamado pelo mercado como “muito esperto” de 45 anos de idade e que em sua carreira profissional sempre buscou atingir seus objetivos a todo custo (motivo das investigações que corriam contra si) e um idoso (o Paciente) de 76 anos de idade, que não é acostumado à uma rotina empresarial”, diz um trecho do habeas corpus.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

PGR vê indícios de três crimes cometidos em inquérito contra Michel Temer

PGR vê indícios de três crimes cometidos em inquérito contra Michel Temer

Foto: Beto Barata / PR

A Porcuradoria-Geral da República (PGR) vê indícios da existência de três crimes no pedido de abertura de inquérito feito ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o presidente Michel Temer, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado federal Rodrigo Loures (PMDB-PR): obstrução de Justiça, corrupção passiva e organização criminosa. O pedido de Rodrigo Janot foi acatado pelo ministro Edson Fachin, do STF (veja mais). “Importante registrar que um dos delitos em tese cometidos é o de corrupção passiva, o qual, como é sabido, pressupõe justamente o exercício de cargo, emprego ou função pública por parte do agente”, relatou Janot no pedido de abertura de inquérito. A investigação foi motivada pela delação premiada de um dos donos da JBS, Joesley Batista. Entre outras acusações, ele afirmou que Temer comprou o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Cunha nega ter recebido propina da JBS e avisa: ‘Não estou em silêncio e nem ficarei’

Cunha nega ter recebido propina da JBS e avisa: ‘Não estou em silêncio e nem ficarei’

Foto: Lula Marques/ Agência PT

O ex-presidente da Câmara dos Deputados (PMDB-RJ), preso em Curitiba no âmbito da Operação Lava Jato, negou ter recebido propina do dono da JBS, Joesley Batista. Em nota, de acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, o peemedebista disse que está “exercendo o meu direito de defesa” e deu um aviso: “Não estou em silêncio e tampouco ficarei”. Cunha disse ainda que “jamais” pediu “qualquer coisa ao presidente Michel Temer”. “Recentemente, após entrevista dele [Temer], o desmenti com contundência, mostrando que não estou alinhado com nenhuma versão dos fatos que não seja a verdadeira”, afirmou.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

PF teria interceptado conversa entre Mendes e Aécio; senador teria pedido favor a ministro

PF teria interceptado conversa entre Mendes e Aécio; senador teria pedido favor a ministro

Fotos: Romério Cunha / VPR | Max Haack / Ag. Haack / BN | Montagem: BN]

A Polícia Federal, com ordens do Supremo Tribunal Federal (STF), interceptou uma conversa telefônica entre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ministro do STF, Gilmar Mendes. De acordo com o relatório sobre a conversa, Aécio teria “pedido ao ministro [Mendes] para que telefonasse para o senador Flexa Ribeiro (PSDB-AM). Nesse diálogo, o senador investigado [Aécio] pede que o magistrado converse com Flexa Ribeiro para que este siga a orientação de voto proposta por Aécio”, disse. O projeto em questão seria o que trata de abuso de autoridade, que estava em discussão no Congresso Nacional. O presidente Michel Temer também foi grampeado. Conversas entre ele e seu ex-assessor, deputado federal Rodrigo Loures (PMDB-PR), também foi interceptada.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Temer teria afirmado que poderia auxiliar Cunha no STF com dois ministros, diz delator

Temer teria afirmado que poderia auxiliar Cunha no STF com dois ministros, diz delator

Montagem: Bahia Notícias

Durante depoimento para o Ministério Público Federal (MPF), o empresário Joesley Batista afirmou que teria ouvido, em conversa com Michel Temer, que o presidente poderia “ajudar” o ex-deputado Eduardo Cunha com dois ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). “Ele me fez um comentário curioso que foi o seguinte: ‘Eduardo quer que eu ajude ele no Supremo poxa. Eu posso ajudar com um ou dois, com 11 não dá’. Também fiquei calado, ouvindo. Não sei como o presidente poderia ajudá-lo”, disse Batista. A afirmação está em um dos vídeos que foi divulgado nesta sexta (19) pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

PF e Ministério do Trabalho deflagram operação contra fraudes no seguro-desemprego

PF e Ministério do Trabalho deflagram operação contra fraudes no seguro-desemprego

Foto: Marcel de Paula / TV Anhanguera

A Polícia Federal e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) deflagraram uma operação na manhã desta quinta-feira (18) para desarticular organização criminosa especializada em fraudes contra Programa De Seguro Desemprego e FGTS. As investigações da Operação Stellio apontaram um prejuízo efetivo na ordem de R$ 320 milhões entre janeiro de 2014 e junho de 2015. A Justiça Federal em Palmas determinou a prisão de 14 agentes e ex-agentes de SINES dos estados de Tocantins, Goiás e Maranhão que atuaram na inserção de milhares de requerimentos fraudulentos no sistema do MTE. Também foi determinada a prisão de três ex-funcionários da Caixa que facilitavam os saques dos benefícios fraudulentos por outros integrantes da organização criminosa. Além disso, a Justiça determinou a indisponibilidade financeira de 96 integrantes da organização criminosa. A Polícia Federal foi autorizada a cumprir 136 mandados judiciais, sendo 56 mandados de busca e apreensão, dez mandados de condução coercitiva, nove prisões preventivas e 61 prisões temporárias.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

STF libera conteúdo de delação da JBS e envia gravações para Temer

STF libera conteúdo de delação da JBS e envia gravações para Temer

Foto: Beto Barata/ PR

O Supremo Tribunal Federal (STF) enviou no fim da tarde desta quinta-feira (18) o inteiro teor das delações premiadas do grupo JBS. A decisão atendeu a um pedido da Presidência da República para que Temer tivesse acesso à íntegra dos áudios , que podem comprometer o futuro do presidente no cargo. O conteúdo também já foi encaminhado para a divulgação da imprensa.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Aécio Neves deixa comando do PSDB e indica Tasso Jereissati para seu lugar

Aécio Neves deixa comando do PSDB e indica Tasso Jereissati para seu lugar

Foto: Lula Marques / Agência PT

O senador afastado Aécio Neves emitiu um comunicado na tarde dessa quinta-feira (18) apresentando o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) como seu substituto na presidência do partido. Os deputados do PSDB haviam indicado Carlos Sampaio (PSDB-SP), mas senadores teriam optado por Jereissati. No comunicado, Aécio ainda afirmou que irá se “licenciar” da presidência do PSDB. “Depois de ouvir inúmeros companheiros e seguindo o que determina o nosso Estatuto, estou apresentando à Executiva o nome do senador Tasso Jereissati, do PSDB do Ceará, para assumir nessa interinidade a presidência do partido. “Estou seguro de que, ele fará o partido seguir de forma firme e corajosa sua vitoriosa trajetória”, escreveu Aécio. O senador afirmou que irá se dedicar “diuturnamente” para “provar sua inocência”. “A partir de agora, a minha única prioridade será preparar minha defesa e provar o absurdo dessas acusações e o equívoco dessas medidas”, afirmou.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Saiba o que pode acontecer se Michel Temer cair

O Brasil pós-Michel Temer, caso o presidente seja afastado ou renuncie, é uma zona cinzenta. As duas hipóteses ganharam força após o empresário Joesley Batista acusá-lo de saber que Eduardo Cunha (PDMB-RJ) ganhava mesada dele, dono da marca JBS, para ficar em silêncio na prisão. A eleição seria indireta, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), assumiria o cargo. Sabe-se esse tanto. Especialistas divergem sobre outros pontos nevrálgicos deste pleito hipotético, já que a Constituição não especifica se as regras das eleições gerais devem valer para uma votação indireta. Um dos tabus jurídicos: quem está apto a ser candidato. Um juiz -Sergio Moro, digamos- pode, por exemplo? Isso não está claro, diz Daniel Falcão, professor do Instituto de Direito Público. Ele entende que a norma para pleitos gerais deve preencher o vácuo constitucional. “E isso prejudica a chance de um magistrado porventura ser candidato.” Para ser elegível em condições normais, segundo lei complementar de 1990, um integrante do Judiciário tem que sair do cargo seis meses antes da votação -Joaquim Barbosa era habitué no bolão de presidenciáveis de 2014, mas se aposentou do Supremo Tribunal Federal) depois do prazo. Professor de direito da USP, André Ramos Tavares acha que “o figurino comum não se aplica a exceções”, logo um juiz poderia, em tese, se candidatar. Zela o “figurino comum” que um aspirante à Presidência precisa se filiar a um partido ao menos um ano antes das urnas, ter 35 anos ou mais e ser brasileiro de nascença ou naturalizado, entre outros pré-requisitos. Por não ser “uma eleição para a sociedade”, Tavares crê que a propaganda eleitoral não faz sentido na prática. A teoria não está posta. Caso Maia assuma o Planalto, terá até 30 dias para evocar uma sessão bicameral na qual os 513 deputados e 81 senadores elegeriam o novo presidente do Brasil, em voto aberto (como era na ditadura militar). Outro buraco, segundo Walber de Moura Agra, autor de “Temas Polêmicos do Direito Eleitoral”: “Para dar mais legitimidade, o eleito deveria contar com quórum de maioria absoluta”, ou seja, mínimo de 41 senadores e 257 deputados. “Mas a Constituição não prevê nada, nada, nada”, diz. Caberia ao Congresso definir os parâmetros da seleção. A Presidência poderia até acabar com a presidente do STF, em outro imbróglio jurídico. Primeiro e segundo na linha sucessória presidencial, Maia e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PDMB-CE), são investigados pela corte que Cármen Lúcia preside –a mesma que, em dezembro, definiu que réus em ação penal não podem ocupar o Planalto. A dupla ainda não é ré, só investigada. “Se o procurador-geral entender que é o caso de denunciar, e Supremo entender que é [o tema] urgente, Cármen pode convocar sessões extraordinárias. Mas [ministros do STF] podem pedir vista. Sabemos que esse dispositivo tem sido usado como ato de não decisão”, diz o professor Tavares. A entusiastas das Diretas Já resta torcer por uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) para estabelecer um pleito popular em caso de vacância presidencial -já há uma sugerida pelo deputado Miro Teixeira (Rede-RJ). A tramitação de textos afins costuma ser lenta, mas poderia ser acelerada por pressão popular.

PERGUNTAS E RESPOSTAS
Como seria eventual pleito para substituir Temer? O que acontece se Michel Temer cair? Nos dois anos finais do mandato, a Constituição prevê eleição indireta em caso de dupla vacância, ou seja, queda do presidente e do vice por renúncia, afastamento ou morte.
Quem assumiria a Presidência?
O primeiro na linha sucessória é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) -depois vem o do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e a do STF, Cármen Lúcia. Maia teria 30 dias para convocar uma eleição indireta.
Quem elegeria o novo presidente?
Os 513 deputados e 81 senadores, em sessão bicameral, com voto aberto e peso igual para todos.
Quem poderia se candidatar?
A Constituição não especifica se as regras de elegibilidade (ser brasileiro, ter 35 anos ou mais, filiado a um partido etc.) se aplicam num pleito indireto. Alguns especialistas defendem que se siga o roteiro geral. Outros, que essas normas não valem aqui. Caberia ao Congresso definir.
Magistrados poderiam virar presidente?
Para a turma que aponta buracos na Constituição sobre quem é elegível, sim. Numa eleição direita, só pode se candidatar quem se descompatibilizar do cargo seis meses antes do pleito.
Diretas Já é algo possível?
Seria preciso aprovar uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) para alterar as atuais regras do jogo. Já há iniciativa afim no Congresso, de Miro Teixeira (Rede-RJ).
Temer pode ser denunciado?
Sim, se a Procuradoria-Geral da República entender que houve crime no mandato atual. Mas a denúncia só chegaria ao STF com autorização de dois terços da Câmara (crimes de responsabilidade, caso atribuído a Dilma Rousseff, também passam pelo Senado). O rito não é ágil.
WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Governo federal faz pente-fino do INSS cancela mais de 102 mil auxílios-doença

Após um pente-fino, o governo federal cancelou 81% dos 126,2 mil benefícios de segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebiam o auxílio-doença e há mais de dois anos não passavam por avaliação médica. Com o fim dos pagamentos dos 102,6 mil benefícios, o governo estima uma economia de R$2 bilhões para os cofres públicos. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, a revisão mostrou “que as pessoas estão saudáveis e aptas para retornar ao trabalho”. A avaliação periódica é obrigatória para manutenção do benefício.
Até agora, foram enviadas 322,8 mil cartas de convocação para revisão do auxílio-doença. Após o recebimento, o segurado tem cinco dias úteis para agendar a perícia pelo Disque 135. O beneficiário que não atender à convocação ou não comparecer na data agendada terá o benefício suspenso. O não comparecimento do segurado à convocação do INSS já levou ao cancelamento de 11,5 mil benefícios. Além disso, 17,3 mil benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez; 1,3 mil em auxílio-acidente; 629 em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25% no valor do benefício e 4,2 mil pessoas foram encaminhadas para reabilitação profissional. Ao todo, serão convocadas 1,7 milhão de pessoas que há mais de dois anos estão sem perícia. Dessas, 530 mil recebem o auxílio-doença e 1,1 mil são aposentadas por invalidez com menos de 60 anos. Os beneficiários de auxílio-doença com mais de 60 anos também já começaram a ser chamados. Até o momento, 12,7 mil segurados nessa categoria passaram por perícia médica. Do total, 8 mil benefícios (63%) foram cancelados.
WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

‘Eu votei na Dilma’: Mulher faz protesto durante entrada ao vivo no Jornal Nacional

‘Eu votei na Dilma’: Mulher faz protesto durante entrada ao vivo no Jornal Nacional

Foto: Bahia Notícias

Divulgada às 19h30 pelo jornal O Globo, a gravação de áudio em que Temer avaliza um pagamento de R$ 500 mil para comprar o silêncio de Eduardo Cunha surpreendeu também as redações de Jornalismo. O Jornal Nacional, exibido às 20h30, teve apenas uma hora para tratar as informações. E, em uma entrada ao vivo da repórter Zileide Silva, de Brasília, uma pessoa aproveitou o momento para fazer uma espécie de protesto em favor da ex-presidente Dilma Rousseff. Atrás de Zileide, uma mulher portava um cartaz com os seguintes dizeres: “Eu votei na Dilma”. E ela acabou dando trabalho para o cinegrafista, que teve que mudar o enquadramento das imagens, em uma forma de tentar impedir que o protesto improvisado fosse mostrado.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Denúncia de gravação contra Temer rende piadas na internet; veja memes

Denúncia de gravação contra Temer rende piadas na internet; veja memes

Foto: Reprodução/ Twitter

A internet não perdoou a denúncia de que o presidente da JBS, Joesley Batista, gravou o presidente Temer dando aval à compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) . A informação, divulgada na noite desta quarta-feira (17) pelo jornal O Globo, deixou as redes sociais em polvorosa. E, como quase sempre na internet, o caso terminou em memes. Veja abaixo alguns deles:

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Polícia Federal cumpre mandados no Congresso

Polícia Federal cumpre mandados no Congresso

Foto: Agência Brasil

Além das buscas no apartamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) em Ipanema, no Rio de Janeiro, na casa de sua irmã e de um aliado do deputado cassado Eduardo Cunha, a Polícia Federal também cumpre mandados no Congresso Nacional. Segundo informações da TV Globo, ao menos cinco veículos descaracterizados chegaram ao local por volta das 6h15. Os agentes estão vestidos de terno e gravata e estão sendo acompanhados pela Polícia Legislativa. Ainda não há detalhes sobre quais os gabinetes estão sendo alvo de buscas.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

STF determina afastamento de Aécio Neves e do deputado Rodrigo Rocha Loures

STF determina afastamento de Aécio Neves e do deputado Rodrigo Rocha Loures

Foto: Geraldo Magela / Agência Senado

Após expedir mandados de busca e apreensão, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Os dois foram atrelados nos registros feitos pelo empresário Joesley Batista, em acordo com a Procuradoria-Geral e a Polícia Federal (PF). Aécio é acusado de pedir R$ 2 milhões para bancar suas dívidas com um advogado em sua defesa da Operação Lava Jato, mas o destino final do dinheiro seria o também senador Zezé Perrella. Na manhã desta quinta-feira (18), gabinetes dos três foram alvo de mandados de busca (veja aqui).

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Deputada denuncia secretário de MT à polícia por divulgar foto dela de camisola

Janaína Riva disse ter ficado estarrecida com a divulgação da imagem dela (Foto: Marcos Lopes / ALMT)

Janaína Riva disse ter ficado estarrecida com a divulgação da imagem dela (Foto: Marcos Lopes / ALMT)

A deputada estadual Janaína Riva (PMDB) registrou um boletim de ocorrência contra o secretário de Comunicação de Mato Grosso, Kléber Lima, por ele ter divulgado uma foto em que ela aparece de camisola. A imagem foi compartilhada pelo secretário no domingo (14), depois que o Fantástico exibiu uma reportagem sobre grampos clandestinos no núcleo de inteligência da Polícia Militar do estado, que teve como uma das vítimas a parlamentar. Ao G1, Kléber Lima disse que vai aguardar ser notificado para se manifestar sobre o assunto. A queixa foi registrada na Delegacia da Mulher de Cuiabá, nessa segunda-feira (15). Uma audiência entre as duas partes já foi marcada para o dia 2 de junho, conforme a assessoria da parlamentar.

Foto de deputada de camisola foi compartilhada em grupos de aplicativos de celular (Foto: Instagram/ Reprodução)

Foto de deputada de camisola foi compartilhada em grupos de aplicativos de celular (Foto: Instagram/ Reprodução)

Na imagem encaminhada em grupos de WhatsApp, o secretário faz o seguinte comentário: “Quem iria invadir a privacidade da ilustre deputada, se ela mesma a faz”. Kléber Lima também foi secretário de Comunicação e de Governo de Cuiabá. Logo após a publicação começar a circular, a deputada postou em sua página numa rede social uma mensagem repudiando o ato. “[Estou] estarrecida com o machismo imposto. O secretário usa uma foto pessoal minha, para justificar os grampos ilegais feitos pelo governo do estado contra mim e outros envolvidos”, diz, na postagem. O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), alega não ter conhecimento das interceptações clandestinas e que pediu à Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) que apure o caso.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint

Jovem morre eletrocutado por fio de aspirador de pó ao lavar carro na PB

Jovem morreu eletrocutado por fio de aspirador ao lavar o carro, em João Pessoa  (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Jovem morreu eletrocutado por fio de aspirador ao lavar o carro, em João Pessoa (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Um jovem de 19 anos morreu eletrocutado enquanto lavava o carro neste domingo (14), no bairro Valentina Figueiredo, Zona Sul de João Pessoa. Segundo informações repassadas pela família, Juliver Alves estava usando um aspirador de pó, quando a porta do carro se fechou e desencapou o fio do equipamento, que tocou na lataria do carro e provocou a descarga elétrica. Os pais do jovem estavam em casa, por volta do meio-dia, e ouviram o barulho da queda dele. Os pais socorreram o jovem e o encaminharam para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro. A vítima passou por atendimento médico de emergência, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde. O rapaz trabalhava como gesseiro, era casado e tem um filho de seis meses de idade. O corpo do homem foi encaminhado para a Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) no bairro do Cristo Redentor.

WhatsAppLinkedInGoogle+Outlook.comGoogle GmailEmailPrint